domingo, 5 de dezembro de 2010

Desesperança

E há muito tempo em que o mundo vem se desmoronando sobre mim. Sonhos e esperanças liquidados pelo desconforto do vazio. Existindo involuntariamente sem ter mais forças pra viver... Mas viver como? Quando o sopro da vida se foi instantes antes do meu último suspiro de esperança? Existo cansada, derrotada pela ilusão de que o destino te colocaria em meu caminho. Você, aquele que talvez seria o meu salvador. 

4 comentários: